Matéria | Como precebemos o sabor?

Quem teve o privilégio de acompanhar o crescimento do arguile em terras tupiniquins desde os tempos mais primórdios até hoje, também pôde notar como o YouTube cresceu exponencialmente enquanto principal fonte de informação sobre o arguile entre os consumidores daqui. Hoje, quase nenhum consumidor bota a mão no bolso dentro de uma tabacaria antes de conferir a análise do fumo desejado feita pelo seu influenciador favorito. A busca pelas “reviews” é enorme e continua crescendo cada dia que passa.

consulte Mais informação