Tag - Matéria

Matéria | El Maktub – Bar e Restaurante

[et_pb_section admin_label="section"][et_pb_row admin_label="row"][et_pb_column type="4_4"][et_pb_text admin_label="El Maktub Bar e Restaurante" background_layout="light" text_orientation="left" text_font_size="14" use_border_color="off" border_color="#ffffff" border_style="solid"] “El Maktub” significa “já estava escrito” e realmente isso condiz com o sucesso que a casa vem alcançando, um point para quem gosta de Arguile, boa comida e música ao vivo, as quartas-feiras quem comanda o som é uma dupla sertaneja cantando sucessos recentes e também a boa moda de viola, as quintas temos a noite árabe com dançarinas do ventre e o dabke (imperdível!) e no domingo um ótimo rock e Mpb. Mas de onde vem esse sucesso? Em novembro de 2013 a junção de três ideias entre pai e os dois filhos foi a receita perfeita. Allan, um dos fi lhos de Alfredo, amante de Arguiles é responsável pela loja, onde você encontra tudo para seu Arguile, tendo também o aluguel, que são disponibilizados na mesa, com carvão de coco e essência premium. Seu irmão Dinho, cuida do bar, onde além das bebidas e drinks tradicionais, podemos encontrar cervejas premium, bons vinhos e também, não poderia faltar a bebida árabe Arak. Já o pai, Alfredo, voltou sua atenção ao restaurante,...

Entrevista | Welton de Souza Neves

Welton de Souza Neves, 31 anos, nasceu em Ribeirão Pires onde vive até hoje com sua filha e família, é apaixonado pela cidade. Welton veio de uma família grande com 23 tios, seus pais tiveram uma vida humilde no interior de Minas Gerais. Se casou aos 19 anos com sua ex-vizinha, permaneceram juntos por 4 anos  e desse relacionamento nasceu sua filha, hoje com 10 anos. Este é o “Spider” com quem a Hookah Brasil Experience teve o prazer de conversar. HBE: Quais foram seus empregos antes de chegar ao ramo de arguile? Spider: Meu primeiro emprego foi na Usiminas como soldador, mas não me adaptei e voltei para Ribeirão Pires onde comecei a trabalhar com instalação de vidros automotivos. Depois fui trabalhar na Eletropaulo, comecei como eletricista de uma empresa contratada subia em poste e cortava a energia dos não pagantes na região de Diadema, era só treta (risos). Trabalhava com carro próprio e quando me roubaram o carro, me colocaram na área interna da empresa, onde cheguei a coordenar mais de 120 equipes na época. HBE: Como foi essa saída de um...