O arguile soma mais uma conquista! Não há uma data específica que determine isso, mas é notável que ele ganhou o título de “Artigo essencial nas reuniões entre amigos” ou algo parecido com isso, só que mais legal rsrs.

Todo texto cito meus anos de convivência com arguile, tanto o uso pessoal como profissional, e se fossemos exibir um gráfico que mostrasse o crescimento do número de adeptos a cultura do arguile, teríamos algo semelhante ao PIB da Suíça, sempre em frente. Não precisa ser nenhum gênio ou analista de mercado para afirmar isso, o arguile se faz presente cada dia mais. Uma volta rápida no Instagram de pessoas fora do seu círculo de amizades e é possível ver stories e fotos no feed de festas e reuniões em que amigos se divertem com cerveja, arguile e a carne na churrasqueira.

As redes sociais exercem influência, não é a toa que temos os “digitais influencers” explorando essa demanda. A geração atual deixou a TV de lado e segue se baseando nas tendências que aparecem nas redes sociais, isso serve tanto para fatores comerciais como culturais e diria que o arguile consegue unir essas duas coisas, beneficiando todos os interessados: fabricantes e comerciantes que estão inseridos no meio e lucram com isso e o jovem que quer ter novas experiências e conhecer melhor sobre aquele assunto que tanto lhe agrada. Pronto! A crescente é natural, a receita para o fenômeno foi criada.

Vocês conseguirão perceber de maneira mais concreta a presença do arguile se fizerem um exercício mental: há cinco anos você conhecia arguile? Já havia provado arguile? Quantos lounges e tabacarias existiam na sua cidade ou bairro? Quantas marcas de fumo para arguile você tinha acesso? Poderia ficar fazendo perguntas aqui por horas e aposto que teria as respostas que já sei e a conclusão que me permite afirmar: tudo está apenas começando.

Durante esses últimos cinco anos que tomei como exemplo, conseguimos perceber o fenômeno grandioso e o quão presente o arguile se tornou na vida da nossa geração: festas, churrascos de família, comemorações entre amigos. Diversas ocasiões em que ele se encaixa tão bem, no entanto, diria que podemos coroar mais um degrau alcançado na escada gigantesca que a cultura vem subindo, as grandes empresas estão se rendendo e este é o ponto alto deste texto.

Ainda não temos arguiles e seus insumos sendo vendido abertamente nos centros da cidade e nas grandes redes de varejo, calma, isso ainda pode demorar. O mercado está revolucionando e passando por um grande e burocrático processo de regulamentação para que chegue a esse ponto, porém, indícios apontam que estamos no caminho. Recentemente no estádio do Corinthians, um dos maiores times de futebol do Brasil e conhecido mundialmente, foi inaugurado um camarote em parceria com uma grande marca do ramo de arguiles e nele é possível assistir o jogo, beber sua cerveja e fumar seu arguile com os amigos, é isso mesmo! Agora você pode desfrutar de uma sessão com os amigos dentro do estádio do esporte mais amado do país. Temos uma situação semelhante no maior parque de diversões do Brasil, o Hopi Hari, que conta com um espaço reservado para que você complemente sua diversão das atividades temáticas ao prazer de uma sessão. Essas são conquistas grandiosas que mostram o arguile sendo reconhecido e a expansão do público adepto com as demandas atendidas.

Sempre pensei que quando as grandes organizações, empresas, cidades começassem a se render às demandas do público que usa arguile, é porque realmente ele ficou grande. Um público numeroso com poder de consumo nas mãos sempre será atendido. Por isso não estranhem se isso acontecer com mais frequência, talvez estejamos diante de uma fase de mudança, o arguile que era apenas da cultura árabe, entrou no Brasil como objeto ‘underground’ de um submundo com pequeno público, passou a ser marginalizado e agora flutua por todas as classes. Não quero parecer exagerado, mas a bebida alcoólica também sofreu um processo parecido, claro que em outros tempos, ambos possuem características diferentes, mas muitas vezes estão juntos nas mesmas ocasiões. Gostaria de ir para o futuro e trazer boas notícias quanto a isso, mas apesar das boas expectativas, vamos curtir o presente e seguir o trabalho, que tá dando certo.