Atenas
A população grega é de cerca de 11 milhões de pessoas. Atenas é a capital e a maior cidade do país que está estrategicamente localizado no cruzamento entre a Europa, Ásia, Oriente Médio e a África, e possui fronteiras terrestres com a Albânia, Macedônia, Bulgária e Turquia.

Além de linda, é uma ótima cidade para se passear e fácil de se locomover. Pontos turísticos são de fácil acesso por meio de táxis e metrôs, na parte central existem várias universidades, comércios em geral que surpreendem pela variedade. Por onde se passa
existem muitas igrejas antigas e monumentos em meio às praças, há uma mistura entre o novo e o antigo.

A comunicação com os gregos é restrita a língua grega, inglês e italiano, mas mímica ajuda bastante. Os gregos são atenciosos com o turista e principalmente com brasileiros.

O governo grego tem um programa de incentivo para que os nativos da cidade guiem turistas durante 4 horas por toda a cidade, mostrando tudo o que tem de diferente entre os bairros da capital e sua história urbana.

George, um jovem de 19 anos muito simpático, foi o nosso guia e nos levou para um passeio instrutivo dentro do centro e seus bairros. ChinaTown é a parte mais cultural que jovens gregos frequentam, uma área para amantes de artes e liberdade de expressão, existe até hoje muitas marcas da revolução e protestos que já houve naquela parte da cidade. Tem também a parte mais turística onde se encontra o “Túmulo do soldado desconhecido” que fica em frente à sede do Parlamento Grego, na Praça Sintagma em Atenas. Lá também vemos os evzones – soldados da Guarda Presidencial trajados em fardas históricas que fazem a vigília e nessa área também se encontram algumas universidades. Na parte “rica”, onde o custo de vida é um pouco mais alto encontramos restaurantes e cafés diversificados e também igrejas lindas construídas no início do século XVIII e XIX.

A culinária local é muito rica e encantadora, vários restaurantes compõem pratos gregos como pita gyros e souvlaki que também são considerados por eles fastfood grego feitos com pão sírio, carne de porco ou frango, salada e iogurte grego. A princípio pode parecer um pouco estranho, mas é delicioso. Outro hábito grego é tomar o café gelado (freddo), é muito comum vê-los tomar ao longo do dia.

Visitei museus arqueológicos e estive também na acrópole onde se encontra a casa da deusa Athena que é o ponto mais alto da idade, onde tem todas as construções referentes aos deuses gregos e uma visão deslumbrante de toda cidade.

Acabei encontrando uma loja de arguile perto do hotel, vendiam fumos sem nicotina, arguiles modelo alemão, e acessórios. Fumos com nicotina são proibidos por lá e, em alguns lugares, também é proibido fumar arguile. Há alguns anos houve um surto de jovens usando os arguiles com drogas pesadas e por isso tudo que se refere ao arguile é muito delicado por lá.

Santorini
O arquipélago de Santorini é essencialmente o que restou depois de uma gigantesca erupção vulcânica que destruiu os primeiros assentamentos humanos que existiam na antiga ilha e que criou a caldeira geológica atual. A ilha principal é inclinada em direção
ao mar Egeu. No quarto lado, uma lagoa é separada do mar por outra ilha menor chamada Terásia. A lagoa está ligada ao mar em dois lugares. A capital, Fira, localiza-se no topo de um penhasco, de frente para a lagoa da caldeira.

É uma ilha mágica, com vinhedos e várias plantações, que devido à terra vulcânica tem um sabor todo diferente. É possível fazer degustação de vinho na vinícola Estate Argyros, também é possível comprar vinhos no local, uma coisa interessante é que os vinhos doces deles são feitos livres de aditivos. Ele é enterrado por 12 anos em barris de carvalho e o próprio vinho cria o açúcar e dá um tom de caramelo ao seu sabor que com o mesmo fazem um bom chocolate caseiro. Nessa ilha também é possível alugar carro e você mesmo fazer seu passeio pelas praias e a parte rural.

Os acessos à maioria dos hotéis são pelas escadarias que fi cam na encosta. É um pouco cansativo de descer e subir, mas você é recompensado por uma ótima vista do nascer e do pôrdo-sol que lhe garanto, é uma visão inesquecível e única. Todos os gregos
e italianos que conversei falaram que quando estivesse lá iria lembrar do meu grande amor e eles não mentiram, todos os pensamentos focam naquilo que é mais importante na sua vida e a felicidade vem como um tsunami preenchendo você.

Míkonos
Uma ilha que faz parte do arquipélago das Cyclades, um grupo de ilhas do Mar Egeu. Tem uma área de 86 km² e a maior cidade da ilha é Míkonos, situada na costa oeste. Hoje Míkonos é uma ilha bastante cosmopolita, graças a ter se tornado nas últimas décadas destino de visitantes do Jet set internacional. Muitas celebridades gregas e internacionais têm residências de verão na ilha, e frequentemente podem ser vistas nas belas casinhas brancas ou em tavernas locais. As belas praias também atraem praticantes de windsurf e nudismo.

A ilha possui moinhos de vento históricos, um lugar lindo para passeios e curtição. Cheio de boates pelas diversas praias e a parte central repleta de lojas. A cada viela que se passava nada de pobreza, somente lojas de marcas famosas europeias, uma surpresa a cada esquina. Quem olha não imagina que nesse labirinto, no meio do centro, é cheio de moradores e comércios com pitadas de construções rústicas.

A Grécia é um lugar histórico lindo, com pessoas ótimas e um país seguro. Mas o que mais me cativou foi a mistura do antigo com o novo e o valor que todos dão a isso sendo parte do cotidiano deles.

Por: Anderson Leco Costa