Campos do Jordão, também apelidada de “Suíça brasileira” é um município no interior do estado de São Paulo a cerca de 173 km da capital. A Prefeitura está a 1628 metros de altitude, sendo considerado o mais alto município brasileiro. Em alguns pontos da cidade essa altitude pode chegar até a 2000 metros acima do nível do mar.

A cidade foi fundada em 1874 e se emancipou do município de São Bento do Sapucaí em 1934. A partir de 1950 começou a se desenvolver para o turismo, e é hoje um dos principais destinos de inverno no Brasil.

Passados os dados históricos e geográficos, vamos as experiências pessoais na cidade. Fui em maio na emenda de feriado, quando teoricamente abre a temporada de inverno em Campos. Já que é o feriado mais badalado, e feriado naturalmente se torna um caos de trânsito, sai de casa por volta de 1 hora da manhã e que alegria, sem trânsito.

Fiquei hospedado na casa de uma amiga (Obrigado Laís!) e se não fosse por essa hospedagem com certeza não estaria escrevendo mais essa Hookah Trip, afinal de contas é bem caro se hospedar por lá na alta temporada.

Quando surgiu a ideia da viagem a primeira pergunta foi: tem tabacaria lá ou tem que levar tudo daqui?, a resposta vocês devem imaginar: “vamos comprar tudo aqui e levar!”. Comprei com um amigo um pedido maroto para 4 dias de muito frio e fumaça.

Após a euforia da chegada montamos os roshs, sim, estávamos em 8 pessoas, logo 4 arguiles foram montados e começou a neblina, neblina do frio de cerca de 6ºC e neblina do mix de Blueberry com menta.

No dia seguinte acordamos e fomos conhecer a cidade, como de costume em cidades frias o que mais se encontra no centro são as cafeterias, que na verdade tem como foco o chocolate quente. Por mim viveria de chocolate quente lá, o clima é propício e quem não gosta de chocolate quente?

Campos, sim, fiquei íntimo e não falo mais “do Jordão”, é uma cidade que você vai para comer bem, passar frio, gastar bem e claro curtir muito de forma romântica. Na minha opinião o frio por si só aproxima os casais, quando além de frio você tem todo um conjunto que te remeta ao romantismo, o passeio a dois fica perfeito.

Um passeio barato e bem legal de fazer é andar de teleférico, ou “mini-férico” que é como está escrito na placa da inauguração de 1971, custa R$15,00 e vai até o morro do elefante. Lá de cima consegue-se ver boa parte da cidade e tirar fotos muito legais, tem também o parque do elefante com algumas esculturas e fotos da cidade.

Em minha próxima visita pretendo pegar o trem que sai de Campos e vai para outras cidades e visitar a produção de cerveja na Baden Baden. Estava tudo muito cheio e realmente não estava com vontade de esperar.

A cidade é muito bonita, romântica, conta com shows e baladas, uma enorme variedade de restaurantes (a grande maioria aceita cartão, mas é sempre bom perguntar), cervejas, lojas de souvenires e frio, que é o que muita gente quer quando escolhe ir para lá. Tem também muitos passeios legais: trilha de quadriciclo, passeios a cavalo, passeio de trenzinho, jipes e até voos panorâmicos de helicóptero.

Minhas dicas são:

Leve tudo de arguile, pois se acabar ficará sem fumar um rosh, lá é difícil encontrar.

Se prepare para o trânsito na estrada e dentro da cidade.

Estacionamentos são caros e dificilmente você achará vaga na rua.

Guarde uma grana, a cidade é cara e aproveita da alta temporada para aumentar os preços.

O chocolate quente da loja de chocolates Montanhês, é o mais saboroso e o mais gostoso, e posso afirmar pois tomei de muitas cafeterias.

E a última, e não menos importante, torçam para que eu consiga viajar cada vez mais para poder trazer diversas matérias de Hookah Trip!

Por: Redação HBE