Fala rapaziada, tudo certo com vocês?

Como de costume, fui a um hookah lounge, espairecer e dar aquela relaxada, para escrever esta matéria. Poréeeem… não estava conseguindo redigir. O ambiente me proporcionava um som no máximo volume, diversas pessoas conversando assuntos aleatórios em voz alta, alto trânsito de clientes em torno da mesa, combos de bebidas e por aí vai. De repente, lugar que era para ser um local tranquilo e relaxante, mostrou ser uma balada e das boas! hahaha.

Pensei: se fosse casado e quisesse relaxar com minha mulher, comer algo, fumar um rosh e falar sobre o dia, seria quase impossível achar um lounge que atendesse a essa necessidade não? Irônico? Sim! Música agressiva, mulheres dançando e esbanjando seus belos corpos, álcool rolando, como um verdadeiro rolê.

Mas, como nosso ideal de hookah lounge (local propício para se fazer uso de arguile) se encaixa nisso?

Não julgando quem tem um lounge balada, mas também não confundindo a ideia de socialização que o arguile nos traz.

Vejo grande necessidade dos comércios de iniciar uma nova categoria de estabelecimento: destinada aos fumantes de arguile, que buscam um entretenimento a mais, uma boa conversa jogada fora, aquela flertada com a(o) crush, dançar ao som do pancadão, doses caprichadas e tudo mais que uma balada pode te oferecer.

E como tornar um ‘classic hookah lounge’, em um local específico, para seus clientes degustarem de um bom arguile?  Ofereça música calma, algo instrumental, bebidas diversas como sucos, chás, drinks e bebidas quentes, para se fundirem à sua sessão, a variedade pode ser equivalente aos fumos oferecidos, podendo ser interessante um combinado: drink + rosh, ambiente espaçoso e confortável, fazem toda diferença. Invista numa boa decoração, é um entretenimento visual que prende a atenção do cliente para o interior do lounge.

No mais, visitei diversos lounges vi de perto como funcionam ambos e, com base nestas dicas, veja o propósito do seu lounge, para saber atender melhor as necessidades dos seus clientes, seja ele um hookah lounge ou um lounge balada.

Por: Felipe Campanelli