Este mês trago um assunto que vem tomando conta de todas as rodas de arguiles e presente em nossas sessões: acessórios de vidro!

Fazendo alusão ao título, hoje é muito comum ter na sessão algum acessório ou mesmo um arguile de vidro, mas por que isso vem crescendo? Tomando conta desse nosso mercado onde tanto se fala na tradição? Assunto esse que nem entrarei em mérito, pois demandaria a matéria de capa (risos).

Vejo várias fotos em grupos de sessões com amigos onde se tem um rosh de vidro, quando não uma piteira bacana em vidro e até mesmo arguile feito totalmente de vidro. Num passado não tão distante isso era inimaginável para mim, venho da época onde se tinha arguiles libaneses, egípcios e o bom e velho “chininha”.

É evidente que a sessão fica mais atraente se você está fumando e vendo a fumaça passar pelo vidro, quando se mistura uma luz, no caso do arguile de vidro, chega a ficar encantador.

Nosso mercado está em alta nesse tipo de material, vejo todo dia novos modelos de roshs, piteiras, arguiles e até mesmo acessórios em vidro (recentemente um controlador de calor), lembrando que a função deles não difere dos tradicionais e já costumeiros, então por que o mercado vem absorvendo cada dia mais os produtos feitos em vidro? Produzindo e inventando novas formas? Será um reflexo dos tão cobiçados arguiles de vidro e acessórios lá de fora? Quero sua opinião e vamos debater isso em meu e-mail!

Espero ter aberto uma boa discussão e trazer isso na próxima matéria com a sua participação ok? Abraços e vamos ao roshhhhhhhh bunitooooooo!

Por: Welton “Spider” Neves