O Brasil é um dos maiores países em todo o mundo que mais consome arguiles, acessórios e tabaco. Isso se deve a grande crescente das marcas nacionais, qualidade de seus produtos e otimização de produção, levando as nossas ‘crias’ para o exterior. Porém temos o prato principal de tudo isso que é o consumo de tabaco. Frutas, mentolado e doces receberam a adição de sabores já misturados, frutados inovadores e essências jamais imagináveis.

Imaginando que o cenário brasileiro só cresça, podemos crer que em breve teremos linhas e marcas voltadas para o nosso gosto. Algumas já realizam, mas com uma carga bem menor do que deveria, pois consumimos todas as novidades, destrinchamos todos os sabores e queremos mais!

O unânime maracujá de hoje só foi entrar em evidência há pouco menos de dois anos. O abacaxi ainda necessita de aprimoramento. Sem falar de produtos típicos brasileiros que poderiam estar em alta no mercado. Você consegue imaginar como a variedade poderia ser ainda maior e voltado para os nossos costumes, dia a dia? Falamos de delícias nacionais como açaí (com real gosto da fruta) e cupuaçu. Sem contar os doces famosos como bolo de chocolate, torta holandesa, sorvetes em geral, entre outros. Só de pensar já dá água na boca para experimentar tudo isso na forma de fumaça volumosa.

Espero que em breve possamos receber essas novidades, que tornariam nossa evidência para o mundo ainda maior e proporcionaria uma exclusividade de sabores para um país que está num crescente, mesmo enfrentando dias difíceis. Que a nebulosidade fique apenas no momento da sessão, fumando com grande volume de fumaça e sabor e no aguardo desses sabores que precisam ser pensados para nós brasileiros.