Fala rapeize! Na suavidade e cremosidade? Sempre, né?!

O assunto de hoje é sobre o MACHISMO NO MUNDO DO ARGUILE. É um assunto delicado, mas que PRECISA ser discutido. Podemos ver em muitos grupos de arguile casos onde uma mulher posta foto fumando e tem que aguentar 90% dos comentários sobre sua aparência física, roupa, que seria a namorada perfeita, “isso é que é mulher”, dentre outros comentários pedreirísticos encarniçados e nojentos de duplo sentido.

Porra, sério?! Em pleno 2017?!

Essas situações são tão recorrentes que há alguns anos o Blog do Arguile fez um especialmente para as meninas, A PEDIDO DELAS. Um lugar onde se sentiriam à vontade em postar sem terem que ler comentários escrotos. O mais inacreditável foi ver os “playboy grudada” enviando solicitação para entrar no BDA Girls, acredita?!

Nos incomoda também ver as meninas usarem a hashtag #meninastambémfumam, como se elas tivessem que conquistar um espaço que na verdade é UM DIREITO. Elas devem poder fumar, postar, comentar sem ter que se preocupar com um bando de VIRJÃO as assediando. Muitos acham que a hashtag foi feita pois elas são um grupo diferente. CLARO QUE NÃO! Essa hashtag é a busca por igualdade em um meio machista.

Vemos muitas mulheres dando a cara a tapa para agregar conteúdo nesse mundo. Desde as antigas reviewers do Blog do Arguile, Janaína Leão e Julia Scariot, até canais atuais como Hookah Queens com Aline Coutinho e Hellen Avancini, o La Bella Hookah com Bella Riecken e o Narguile Rosa com Jhennifer Sandy. São mulheres que estão aí não só para ajudar a fazer o hobby que elas amam crescer, mas também para mostrar que o arguile é para TODOS.

Por fim, se você é um desses babacas do 5 contra 1, coloque alguém que você ama no lugar dessa mulher cuja foto você comentou, gostaria de vê-la lendo isso?! Então larga de ser otário, tira a mão de dentro da cueca e lute para um mundo mais igualitário.

Por: Pombo de Adão