Feminismo, machismo, satanismo, fascismo, nazismo, racismo, direitismo, esquerdismo, centrismo, cristianismo, entre outros. Já repararam que todos os movimentos que se preocupam em se rotularem não se preocupam em pensar em igualdade, respeito e saber entender a intenção?

Por isso digo: não me rotulem, nem sejam amigos dos “ismos”, pois eles sempre procurarão seu lado baseado no egoísmo. E o ego, é o maior problema do ser humano.

Os movimentos com “ismos” só serviram até hoje para separar o ser humano e não unir. Pois tudo que vem com o sufixo “ismo”, não respeita o outro, só quer impor seu lado.

Digo isso pois nosso mercado se popularizou, cresceu, surgiram novas marcas, mas o “fanboy” acaba com o verdadeiro sentido da cultura do arguile que é: respeito, união, lazer e confraternização. Mas alguns fabricantes e representantes estão fazendo tão ridículo quanto um fanboy.

Recentemente num dos maiores encontros da nossa cultura, tivemos pessoas destratadas por alguns fabricantes, expulsões – mesmo que indiretamente – de pessoas que estavam usando a mangueira, rosh etc. do fabricante A mas no stand do fabricante B. O sol está aí para todos e se você não souber lidar com a concorrência, por favor, vá para uma ditadura, tome um país à força, onde a população não terá poder de escolha.

Fanboy é ridículo de ambos os lados, então deixe de estrelismo e aprenda a respeitar a escolha do outro.