Olá meus amigos ,como estão? Vamos para mais um bate-papo bimestral?

Hoje venho falar de como trato meu hobby, vemos por todo esse mundo amantes do Arguile, seja eles por apenas distração, um momento de reflexão, uma conversa boa com amigos, etc…

Eu sempre busco uma sessão de qualidade, preparar tudo com muita calma, com prazer no que faço, hoje mesmo escrevendo esse texto estou triste, acendi meu Arguile e estou buscando algumas respostas, entre elas como as pessoas podem achar normal ou até mesmo engraçado levar vantagem em algo quando se tem outra pessoa prejudicada. Muito me espanta ouvir histórias onde o benefício próprio é a única busca, tudo que você faz aqui, a vida cobra, seja o troco que o garçom deu errado e você riu e pensou: ‘esse estabelecimento tem muito dinheiro, nem ligo’. Onde você desperdiça a confiança de alguém que tanto lhe ajudou por dinheiro! Vivemos em um mundo cheio de tentações e regalias, mas o sono? Quem lhe dá a tranquilidade quando se deita? Suas falcatruas? Seu carro comprado com benefício de terceiros? Entre tantas coisas que meus pais me ensinaram foram honestidade e caráter, isso não há dinheiro que compre de mim! Então acenda seu arguile, aproveite seu momento, que nessa vida temos pouco… tudo é passageiro, e deixo uma frase que achei incrível: ‘Quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo!’

Por: Welton ‘Spider’ Neves